Rio Claro tem 64 hospitalizados por Covid

Ocupação de leitos se manteve em 66%.

O município de Rio Claro não registrou nenhum caso de infecção por coronavírus nas últimas 24 horas e com isso mantém 23.938 casos positivos, de acordo com o boletim da Fundação Municipal de Saúde emitido neste domingo  (23). 

Rio Claro tem 64 pessoas hospitalizadas e índice de 66% de ocupação de leitos. São 44 pacientes internados em enfermaria e 20 em UTI. Há 1.387 pessoas em isolamento domiciliar.

Até agora Rio Claro tem 21.914 pessoas recuperadas da Covid-19. 

A Fundação Municipal de Saúde alerta a população para a importância da vacinação e para que mantenha os cuidados preventivos, com uso de máscara, distanciamento social e higienização frequente das mãos.

Rio Claro tem 72 novos casos de Covid

Ocupação de leitos é de 66%, com 64 pacientes hospitalizados.

Rio Claro registrou 72 novos casos de Covid nas últimas 24 horas, conforme boletim divulgado neste sábado (22) pela Fundação Municipal de Saúde. O total de casos nesta pandemia é de 23.938, sendo que 21.781 pessoas estão recuperadas.

O índice de ocupação de leitos se manteve em 66%, com 64 pacientes hospitalizados nas redes de saúde pública e privada. São 44 internados em enfermaria e 20 em UTI. Há 1.520 pessoas infectadas pelo coronavírus em isolamento domiciliar com sintomas leves ou sem sintomas de Covid.

A Fundação Municipal de Saúde alerta a população para a importância da vacinação e para que mantenha os cuidados preventivos, com uso de máscara, distanciamento social e higienização frequente das mãos.

Idosa morre vítima de Covid em Rio Claro

Município tem 64 pessoas hospitalizadas e 405 novos casos de Covid.

Com a morte de uma idosa, Rio Claro totaliza agora 586 óbitos nesta pandemia de Covid. O município registrou nas últimas 24 horas mais 405 casos de infecção pelo coronavírus e passou a ter 64 pessoas hospitalizadas, sendo 20 em unidades de terapia intensiva. A ocupação de leitos está em 66%.

Os números estão no boletim divulgado no final da tarde desta sexta-feira (21) pela Fundação Municipal de Saúde, que aponta ainda 1.795 pacientes em isolamento domiciliar, por estarem com Covid sem apresentarem sintomas ou com sintomas leves.

O total de pessoas infectadas nesta pandemia chegou a 23.866 e o de pessoas recuperadas é de 21.403.

A Fundação Municipal de Saúde alerta a população para a importância da vacinação e para que mantenha os cuidados preventivos, com uso de máscara, distanciamento social e higienização frequente das mãos.

Rio Claro vacina crianças de 8 anos nesta segunda-feira

Atendimento será das 8 às 16 horas no salão da igreja Boa Morte, que fica na rua 10 entre as avenidas 7 e 9, no bairro Boa Morte.

Segunda-feira (24) será a vez das crianças a partir de 8 anos receberem a dose contra a Covid em Rio Claro. Além dessa faixa etária, a vacinação continua para crianças a partir de 5 anos com comorbidade e também para adultos.

O atendimento é no salão da igreja Boa Morte, que fica na Rua 10, entre as avenidas 7 e 9. No mesmo local, em ambientes separados, são vacinados adultos e crianças. Na segunda-feira a aplicação das doses será das 8 às 16 horas, sendo que pode ser interrompida antes do previsto caso as doses se esgotem.

Para ser vacinada, a criança deve estar acompanhada de um responsável com mais de 18 anos. É necessário ter em mãos CPF e cartão SUS da criança e, no caso das crianças com comorbidade, também é preciso apresentar declaração médica informando a comorbidade ou receituário de medicação de uso contínuo. A Vigilância Epidemiológica destaca que o cadastro antecipado no site vacinaja.sp.gov.br é fundamental para agilizar o atendimento.

Os responsáveis devem aproveitar para também colocar em dia a sua vacinação. As primeiras doses para maiores de 12 anos continuam sendo aplicadas. As segundas doses serão para quem foi vacinado com Pfizer ou Coronavac até 3 de janeiro ou com a Astrazeneca até 27 de dezembro. Os maiores de 18 anos que tomaram a segunda dose em setembro devem comparecer para a dose de reforço. Também são vacinadas com mais uma dose as pessoas que tomaram dose da Janssen há no mínimo dois meses.

Rio Claro tem dois novos casos de dengue

Comunidade deve redobrar cuidados e eliminar criadouros.

Com dois casos de dengue registrados ao longo da semana, Rio Claro soma neste ano três confirmações da doença transmitida pelo Aedes aegypti. O mosquito também transmite chikungunya, zika vírus e febre amarela. Não há registro de casos destas doenças neste ano em Rio Claro.

A Fundação Municipal de Saúde alerta a população para, nesta época de chuvas, redobrar os cuidados no combate ao mosquito transmissor.

O Aedes aegypti se reproduz em água parada. Por isso é essencial eliminar os recipientes e manter os quintais sempre em ordem, além de descartar corretamente os materiais. Ações preventivas continuam sendo realizadas pelo Centro de Controle de Zoonoses em toda a cidade. O trabalho inclui visitas casa a casa e vistorias em pontos estratégicos.

Daae desligará ETA 1 na 3ª-feira durante ação da Elektro no bairro Cidade Nova

Manutenção na rede elétrica será feita das 7 às 10 horas. Uso consciente e sem desperdícios da água se faz necessário no período.

O Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) de Rio Claro vai desligar, das 7 às 10 horas da manhã de terça-feira (25), a Estação de Tratamento de Água (ETA) 1, no bairro Cidade Nova.

A medida será necessária por conta do trabalho de manutenção no sistema elétrico que será realizado pela Elektro, visando melhorar a qualidade do fornecimento de energia elétrica no bairro onde está localizada a ETA 1.

De acordo com a concessionária de energia elétrica, é necessário interromper o fornecimento de energia elétrica para que os eletricistas façam esse trabalho com segurança.

“Recebemos o aviso desta manutenção e imediatamente solicitamos à Elektro que fosse feita em um dia e horário que causasse menos impacto no abastecimento. Dentro do cronograma de execução de serviços da Elektro, esta foi a melhor opção. Orientamos que a população faça uso consciente e sem desperdícios da água para que essa paralisação necessária da ETA 1 afete o mínimo possível o abastecimento”, explica o superintendente do Daae, Osmar Junior.

A ETA 1 abastece 40% da cidade. Pode ocorrer baixa pressão ou breve interrupção no fornecimento de água no distrito de Assistência e nos bairros Bela Vista, Cidade Nova, Vila Alemã, Santa Cruz, Santana, Centro, Cidade Jardim, Saúde, Copacabana, Bairro do Estádio, Cidade Claret, Vila do Rádio, Inocoop, Mirassol, Jardim Novo, Anhanguera, Jardim Kennedy, Jardim Donângela, Conduta, Jardim do Trevo, Nova Veneza, Vila Operária, Vila Paulista, Vila Santo Antônio, Vila Indaiá, Vila Aparecida, Vila do Horto, Consolação, Parque Flórida, São Benedito, Itapuã, bairro Olímpico, Porto Fino e outros bairros próximos.

O Daae ressalta a importância de a população fazer o uso consciente e sem desperdícios da água e informa que ter caixa d’água em suas residências diminui os transtornos em ocasiões como esta.

O Daae vai realizar descargas na rede, mas o retorno do abastecimento pode resultar em casos pontuais de água escura, que devem ser relatados à Central de Atendimento da autarquia, no telefone 0800-505-5200, que atende 24 horas chamadas de telefones fixos e celulares, ou pelo Whatsapp da autarquia, no telefone (19) 9.9290-6424, que funciona das 8 às 18 horas em dias úteis.

A água também poderá ficar com aspecto “esbranquiçado”, gerado por microbolhas, que somem depois de alguns segundos, sem prejuízo à qualidade da água.

Prefeitura instala lombada na Avenida 1 do Mãe Preta

Objetivo é ampliar a segurança no trânsito.

A prefeitura de Rio Claro construiu nesta semana uma lombada na Rua 16 com a Avenida 1, no bairro Mãe Preta. O objetivo é promover a redução de velocidade dos veículos que transitam pelo local e, desta forma, garantir maior segurança no trânsito para motoristas e pedestres.

Os serviços foram realizados pela Secretaria Municipal de Obras. O Departamento de Mobilidade Urbana fará a pintura e sinalização da lombada.

O bairro Mãe Preta também está recebendo outra melhoria no trânsito com os trabalhos de recapeamento da maioria de suas vias públicas, iniciados na semana passada pela prefeitura.

Saúde mental é tema de campanha Janeiro Branco

Objetivo é chamar a atenção para as questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional.

Para chamar a atenção da comunidade sobre a importância dos cuidados com a saúde mental e emocional, neste mês é realizada a campanha Janeiro Branco. Em Rio Claro, os atendimentos em saúde mental são realizados nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps).

Conforme destaca Nathália Almeida Rodrigues, chefe do setor de atenção especializada do município, campanhas geram conscientização, combatem tabus, mudam paradigmas, orientam os indivíduos e inspiram autoridades a respeito de importantes questões relacionadas às vidas de todo mundo.

Reforçando a importância da campanha, a Fundação Municipal de Saúde em parceria com demais secretarias municipais irá promover caminhada na próxima sexta-feira (28). “A atividade visa aproximar a população das nossas equipes de serviços e promover uma prática terapêutica, que é o exercício físico”, acrescenta Nathália. A caminhada será às 8 horas, saindo do barracão do Lago Azul e seguindo pelo interior do parque. Toda a comunidade está convidada a participar.

Janeiro Branco é uma campanha brasileira e neste ano tem como slogan “O mundo pede saúde mental”. Janeiro foi o escolhido por ser o primeiro mês do ano, quando em termos simbólicos e culturais, as pessoas estão mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações sociais, em suas condições de existência, em suas emoções e em seus sentidos existenciais.

Para mais informações sobre a campanha ou questões relacionadas à saúde mental, a comunidade conta com rede de atenção psicossocial, composta pelo Caps III (Rua M-9, 66, Cervezão); Caps Álcool e Drogas (Avenida 4, 1.171, Vila do Rádio); Caps Infantojuvenil (Rua 15, 51, Bairro do Estádio).

Após um ano de vacinação, Rio Claro já aplicou 404.485 doses contra a Covid

Percentual de vacinados com ao menos uma dose é de 84,37%

Há um ano Rio Claro vacinava os primeiros profissionais de saúde contra a Covid, dando início à campanha que até o momento atendeu 176.814 pessoas.

Neste período, 84,37% dos rio-clarenses foram vacinados com ao menos uma dose. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (21) pela Fundação Municipal de Saúde, que aponta total de 404.485 doses aplicadas.

O percentual dos vacinados com duas doses ou dose única é de 77,89% da população e 33,16% dos rio-clarenses receberam também a dose de reforço.

A Fundação Municipal de Saúde reforça o alerta à população sobre a importância da vacina no enfrentamento do coronavírus. De acordo com o mais recente levantamento da Vigilância Epidemiológica, divulgado na terça-feira (19), 11.439 pessoas não compareceram para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid e outras 46.554 doses de reforço também não foram aplicadas por ausência dos interessados.

Os percentuais são calculados com base em números do IBGE, que estima que a população de Rio Claro é de 209.548 pessoas.

Rio Claro vacina crianças de 9 anos nesta sexta-feira

Atendimento será das 8 às 16 horas no salão da igreja Boa Morte, que fica na rua 10 entre as avenidas 7 e 9, no bairro Boa Morte.

As crianças a partir de 9 anos serão vacinadas contra Covid nesta sexta-feira (21) em Rio Claro. Também recebem a vacina os pequenos a partir de 5 anos que têm comorbidade.

A vacinação contra Covid é no salão da igreja Boa Morte, que fica na Rua 10, entre as avenidas 7 e 9. O atendimento nesta sexta-feira será das 8 às 16 horas, sendo que pode ser interrompido antes do previsto caso as doses se esgotem.

A Fundação Municipal de Saúde reforça que para ser vacinada, a criança deve estar acompanhada de um responsável com mais de 18 anos. É necessário ter em mãos CPF e cartão SUS da criança e, no caso das crianças com comorbidade, também é preciso apresentar declaração médica informando a comorbidade ou receituário de medicação de uso contínuo. A Vigilância Epidemiológica destaca que o cadastro antecipado no site vacinaja.sp.gov.br é fundamental para agilizar o atendimento.

Também no salão da Boa Morte, em ambiente separado, é realizada a vacinação de adultos, com aplicação de primeiras, segundas doses e doses de reforço. A primeira dose é para maiores de 12 anos. As segundas doses serão para quem foi vacinado com Pfizer ou Coronavac até 31 de dezembro ou com a Astrazeneca até 24 de dezembro. Os maiores de 18 anos que tomaram a segunda dose em setembro devem comparecer para a dose de reforço. Também são vacinadas com mais uma dose as pessoas que tomaram dose da Janssen há no mínimo dois meses.